Semana Aberta da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez

Realizou-se entre os dias 4 e 10 de junho a Semana Aberta da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez. A abertura do evento ocorreu no auditório do Hospital de São José com as intervenções do Provedor, Comendador Dr. Francisco de Araújo, que fez uma abordagem sobre a vida da Santa Casa no último ano, e do Presidente da Assembleia Geral da Instituição, Dr. João Manuel que centrou a sua alocução no Lar Cerqueira Gomes e na ação que ao longo de décadas ali tem sido desenvolvido em prol da educação.

Posteriormente decorreu a primeira conferência, Moderada pela Dr. Carla Araújo, intitulada “O Feminino na Ação das Misericórdias” com as comunicações da Doutora Odete Ramos e da Dr. Manuela Machado.
No dia seguinte esteve presente o Prof. Dr. António Tavares, Docente Universitário e Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, que abordou o tema “O Contributo das Misericórdias para a Coesão Social”, focando a ação das Misericórdias em tempos de crise e recessão económica em que as Instituições de Solidariedade Social, onde pontificam as Misericórdias, se evidenciam na sua ação de apoiar as franjas da população mais desfavorecida. Foi igualmente assinado um Protocolo de Complementaridade visando aproximar as Santas Casas de Arcos de Valdevez e do Porto. A ação deste protocolo incide na disponibilidade da Santa Casa da Misericórdia do Porto apoiar a Misericórdia Arcuense na área da Saúde através dos recursos existentes no seu Hospital da Prelada, ou no Centro de Reabilitação do Norte no que se refere aos serviços de fisioterapia, entre outro tipo de cooperação. A Moderação desta Conferência foi efetuada pelo Mesário Dr. Paulo Castro.
No dia 6 de junho o tema previsto era “A Ação das Misericórdias na Educação” o qual foi desenvolvido pela Dr. Lúcia Afonso que dedicou o seu trabalho ao Lar Residencial Cerqueira Gomes, fazendo o percurso histórico que levou à criação do Lar Residencial, enfatizando a importância desta resposta social para a Instituição, e para o concelho. A moderação da apresentação foi realizada pelo Capelão da Santa Casa, Padre Aventino de Freitas.
Na quinta-feira teve lugar a última conferência, dedicada ao “Papel das Misericórdias nas Políticas Sociais”, sendo orador o Dr. Pedro Mota Soares, Ex-Ministro da Segurança Social, sendo atualmente Deputado na Assembleia da República, e Professor na Universidade Lusófona, que reiterou a importância das Misericórdias como parceiras do Estado na implementação de políticas sociais, considerando a sua experiência e conhecimento, quer por possuírem equipamentos que estão afetos a funções sociais. Deu como exemplo o facto de só ter sido possível a criação da rede de Cuidados Continuados pelo envolvimento das Misericórdias neste projeto nacional. A moderação foi realizada pelo Dr. João Manuel.
Na sexta-feira, dia 8 de junho, realizou-se a Festa da Santa Casa, no auditório do Hospital de São José, sendo esta iniciativa dedicada às diversas valências que participaram ativamente na sua realização o que motivou que a mesma se prolongasse para além da 1 hora da manhã, para a alegria de uma sala repleta.
No sábado ocorreu o jantar solidário, tendo tido uma enorme afluência de pessoas que pretenderam participar colaborando para o fim que se perseguia de ajudar o Lar Residencial Cerqueira Gomes. As jovens ficaram radiantes com a afluência do elevado número de pessoas como ficou bem expresso na intervenção que fizeram durante o jantar, agradecendo comovidamente a todos os presentes pelo seu ato de generosidade e solidariedade. Durante o Jantar a Mesa Administrativa homenageou voluntários que colaboram com a Instituição como Zeladoras dos Altares da Igreja da Misericórdia, assim como aqueles que colaboram no apoio aos utentes dos lares e das Unidades de Cuidados Continuados. Igualmente foram agraciados os funcionários que prestam serviço na Instituição à mais de 20 anos. Na Intervenção do Provedor foi feito um agradecimento a todos os presentes pela amabilidade em estarem presentes em prol de uma causa de solidariedade. Expressou igualmente que a Santa Casa ao longo dos últimos anos teve como preocupação consolidar as respostas sociais que disponibilizava, nomeadamente na área sénior e na infância e juventude e igualmente caminhar no alargamento das suas respostas o que se verificou na área da deficiência e da saúde, respondendo a necessidades da população. Presentemente a ação da instituição acentua-se essencialmente em qualificar as respostas sociais e de saúde, respondendo aos novos desafios de exigência. Manifestou o seu otimismo em relação ao futuro, solicitando o contributo, envolvimento e cumplicidade de todos com os grandes objetivos da Instituição que a todos devem mobilizar em torno da causa da solidariedade.
No domingo encerrou-se a Semana Aberta da Santa Casa com a cerimónia de investidura de novos Irmãos e a Missa Solene na Igreja da Misericórdia, presidida pelo Capelão Padre Aventino Freitas, tendo como concelebrantes os Padres Joel de Brito, e Bruno Barbosa, sendo os cantos do Coro da Santa Casa, com a orientação da Gorete Lopes Azevedo.
A Semana Aberta respondeu aos objetivos de aproximar as pessoas da Instituição, assim como possibilitou uma reflexão sobre a sua ação no seio da comunidade arcuense. Este desafio foi partilhado por todos aqueles que continuam a ver a Santa Casa como um património de âmbito social que não deve ser perdido, mas sim fortalecido, rejuvenescido e atento às grandes questões dos nosso dias, continuando assim atual.