Entrada da Sede do Concelho em Guilhadeses Renovada

No passado, domingo, dia 19 de agosto, decorreu, junto à antiga Escola Primária de Guilhadeses, a inauguração da obra de “Requalificação da Entrada da Sede do Concelho em Guilhadeses”.
No seguimento da estratégia de valorização e melhoria das condições de segurança na circulação viária no concelho, Arcos de Valdevez, tem agora valorizado mais uma das suas principais vias de acesso e mobilidade.
Trata-se de um troço da estrada nacional 202 em Guilhadeses entre a rotunda da Amália e a estrada para Cadorcas, com um investimento de cerca de 800 mil euros, que constitui uma das principais entradas da Sede do concelho e de passagem para as zonas habitacionais, empresariais, estabelecimentos de ensino e equipamentos sociais, localizados a sudoeste, bem como a ligação a outros eixos viários de grande importância, como o IC28, a EN 101 e a EN 202.
Esta intervenção, além da pavimentação da via de circulação rodoviária e do melhoramento dos passeios e passadeiras, também comtemplou a construção de uma ciclovia.
De referir ainda, que a Câmara Municipal tem solicitado ao Governo e à Infraestruturas de Portugal – IP a requalificação da EN 202 de Guilhadeses a Jolda S. Paio, devido ao seu estado de conservação.
Para João Manuel Esteves, a qualidade e o reforço da acessibilidade viária no concelho são uma prioridade, afirmando “que já estão em curso novos projetos, visando aumentar a atratividade e a mobilidade viária no concelho”.
De referir, que a Câmara Municipal, no último ano, executou ou está a executar obras de cerca de 1,5 milhões de euros, na requalificação da rede viária pelo concelho. Atualmente estão em concurso mais 600 mil euros, destinados à pavimentação e melhoria de outras estradas. No próximo ano, está ainda previsto iniciar intervenção de 1,1 milhões de euros, no troço de ligação entre a Central de Camionagem e a rotunda de Prozelo. Faz ainda parte dos projetos municipais, a construção da Ponte de Outeiro e a melhoria do acesso ao parque empresarial de Mogueiras, aguardando-se o apoio dos fundos comunitários para a sua concretização, tão necessária para o reforço da competitividade das empresas e da região.
Para o Presidente da Câmara, estas intervenções revestem-se de grande importância para o concelho, dando resposta não só à melhoria das condições de circulação e segurança rodoviária, como também de incentivo à mobilidade pedonal e ciclável, promovendo estilos de vida e um ambiente saudável, e ainda contribuindo para a atração de mais e novos investimentos e visitantes, que procuram cada vez mais o contacto com a natureza e a descoberta das riquezas da região.